segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Visionário Cantador

Com sua guitarra estratosférica
E seu grito cantador 
Zé Ramalho segue o verso e a rima
Do iluminado encantador
Avôhai, padinho Ciço, nosso senhor
Abençoai o visionário
Que traz em seu dicionário 
Palavras de um poeta cantor
Em sua mente tudo brilha
Quando os cometas se alinham 
Se agrupam no seu som
Com seus mistérios e segredos
Desafia sem medo
A filosofia de qualquer doutor 
Enquanto o olho cego vagueia
Procurando o matador
Ele saca sua espingarda 
De seu alforje de caçador
E no céu tudo se ilumina 
Com as luzes de um grã-vizir
Quando o poeta escrevi sua poesia
Espalhando magia
Sobre o chão de giz
É a semente de um poeta
De um visionário cantador
Que semeia no ventre da querubinas
Felinas, o amor
Das mulheres sabe os mistérios
E conhece toda a dor
Delas faz frevo, banquete e flor
Entre a serpente e a estrela
Ali está o grande mistério
Da vida e do amor
Segue a viajar pelo espaço
Com teu som e com teu poetar
Apanha na vila do sucesso 
Teu taxi lunar
Segue o verso e a rima
Do iluminado encantador
Pois essa é tua sina
É o que de fascina
O que te faz ser
O visionário cantador.

Sandro Kretus

O Andarilho da Terra do Fogo
http://recantodasletras.uol.com.br/e-livros/1346801 

Nenhum comentário:

Videos

Loading...

Quem sou eu