quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Batendo na Porta do Céu II

Mãe, tire essas algemas de mim

Me proteja com o seu véu
Está escuro demias pra ver
Me sinto até batendo na porta do céu
Bate, bate, bate na porta do céu
Bate, bate, bate na porta do céu
Mãe tira essas armas pra mim
A camisa e o chapéu
A grande nuvem escura já me envolveu
Me sinto até batendo na porta do céu
Bate, bate, bate na porta do céu
Bate, bate, bate na porta do céu.

(Bob Dylan, versão Zé Ramalho)

Nenhum comentário:

Videos

Loading...

Quem sou eu